Recrutar de estrangeiros em festivais de música

Centros internacionais de serviços partilhados precisam de pessoas que falem línguas. Portugueses já não chegam para as necessidades

Com a instalação em Portugal de cada vez mais centros internacionais de serviços partilhados e call centers, as empresas de recrutamento procuram pessoas que saibam falar várias línguas, para satisfazer os pedidos dos clientes. Mas começam a faltar recursos nacionais para as necessidades existentes. E quando não há cá dentro, é preciso ir buscar lá fora.

A Adecco, multinacional de recrutamento, avança que, desde 2016 até ao momento, os estrangeiros representam 7% do número total de trabalhadores colocados pela empresa, o que corresponde a uma subida de 2% face a 2015.

“O que temos vindo a verificar nos últimos dois anos é um aumento substancial de pedidos de recrutamento para perfis linguísticos, o que na maioria das vezes representa a necessidade de contratação de colaboradores estrangeiros”, afirma Vânia Borges, responsável de Recursos Humanos e Serviço da área de Trabalho Temporário da Adecco Portugal. Continuar a ler

Pós-Venda: Call Center da Mercedes recruta

Inaugurado no dia 1 de Julho de 2016, o call center da Mercedes-Benz, localizado nas suas instalações em Sintra, pretende prestar apoio técnico aos serviço pós-venda a nível nacional e europeu.

O serviço denomina-se “Network Assistence Center (NAC) e é um “intelligence center” que irá prestar suporte técnico e de processos pós-venda (after sales) à rede de oficinas a nível Europeu, a partir de Portugal.

Call Center Pós-Venda da Mercedes

Pós-Venda da Mercedes

O NAC iniciou operação com uma equipa para prestar apoio ao mercado Italiano. Entretanto, o plano para início do ano é de alargamento aos mercados Francês, Espanhol e Português, estimando-se cobrir um total de 15 países europeus até final de 2017.

A implementação do NAC na região Europa, permitirá centralizar e harmonizar o primeiro nível de suporte à rede europeia de Oficinas Autorizadas de Veículos Ligeiros de Passageiros Mercedes-Benz e smart, no âmbito dos diferentes processos de pós-Venda, gerando sinergias e eficiências entre os diferentes mercados que permitirão otimizar o número de contactos efetuados pela rede junto dos especialistas nos diferentes mercados. Continuar a ler

Divisão da Xerox concluída: Conduente já é oficial

Divisão da Xerox concluída

Divisão da Xerox feita. Nasce a Conduent

A Xerox anunciou ontem (03/01/2017) que concluiu a sua divisão da Conduent Incorporated, criando duas empresas líderes de mercado, com ações negociadas publicamente, nos Estados Unidos.

“Hoje é um dia histórico para a Xerox. O sucesso da conclusão da divisão reforça o nosso foco de mercado e o compromisso com nossos clientes “, disse o CEO da Xerox, Jeff Jacobson. “Estou confiante de que as ações transformadoras que estamos implementando posicionam a Xerox para continuar trilhando o sucesso no longo prazo, gerando também valor para os acionistas.”

Os membros da equipa de liderança executiva da empresa, funcionários e clientes celebraram esse marco ao tocarem o sino de abertura na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE). Continuar a ler

Estatísticas do Salário Mínimo na União Europeia

Muito se tem falado sobre o salário mínimo nacional (SMN), mas o que parece passar despercebido é que este vencimento é o 13º da lista dos 28 países utilizados na comparação feita pelo Eurostat. Deste lote de países fazem parte; os Candidatos à União Europeia (5), Estados-Membros da UE (28) e Estados Unidos.

Geralmente, o salário mínimo nacional aplica-se a todos os trabalhadores ou, pelo menos, a uma grande maioria dos trabalhadores de um país. O salário mínimo nacional é aplicado por lei, frequentemente após consulta com os parceiros sociais, ou diretamente por acordo intersetorial nacional.

Os salários mínimos dos Estados-Membros da UE variavam entre 215 EUR e 1 923 EUR por mês em janeiro de 2016.

Os salários mínimos são normalmente apresentados sob a forma de valor de salário mensal em montantes brutos, isto é, antes da dedução do imposto sobre o rendimento e das contribuições para a segurança social. Essas deduções variam de país para país. Continuar a ler

Parceria Altice/Randstad emprega 1400 pessoas

Randstad “dobra” projecto Altice com 12 call centers

A meio do plano para três anos, a dona da PT integra já perto de 1.400 pessoas nos centros de contacto montados pela empresa de recursos humanos e espalhados sobretudo pelo Norte, que prestam assistência a clientes franceses da operadora Altice.

Em ano e meio, a sucursal portuguesa da Randstad montou 12 call centers para a Altice, que desenhou um plano a três anos, iniciado em Maio de 2015, que previa a criação de quatro mil postos de trabalho em Portugal. Cumprido que está metade desse prazo, estes centros para a assistência aos clientes franceses empregam cerca de 1.400 pessoas, sobretudo na região Norte.

O balanço é feito ao Negócios pelo presidente da empresa de recursos humanos a quem a operadora de telecomunicações que comprou a PT – e que já era cliente através da Cabovisão – entregou o “outsourcing” completo destes projectos. O primeiro call center abriu em Vieira do Minho; em Novembro assinou o protocolo mais recente, em Vila Real, onde as primeiras turmas de 24 pessoas estão em formação e vão iniciar a operação até ao final do ano. Continuar a ler