Pós-Venda: Call Center da Mercedes recruta

Inaugurado no dia 1 de Julho de 2016, o call center da Mercedes-Benz, localizado nas suas instalações em Sintra, pretende prestar apoio técnico aos serviço pós-venda a nível nacional e europeu.

O serviço denomina-se “Network Assistence Center (NAC) e é um “intelligence center” que irá prestar suporte técnico e de processos pós-venda (after sales) à rede de oficinas a nível Europeu, a partir de Portugal.

Call Center Pós-Venda da Mercedes

Pós-Venda da Mercedes

O NAC iniciou operação com uma equipa para prestar apoio ao mercado Italiano. Entretanto, o plano para início do ano é de alargamento aos mercados Francês, Espanhol e Português, estimando-se cobrir um total de 15 países europeus até final de 2017.

A implementação do NAC na região Europa, permitirá centralizar e harmonizar o primeiro nível de suporte à rede europeia de Oficinas Autorizadas de Veículos Ligeiros de Passageiros Mercedes-Benz e smart, no âmbito dos diferentes processos de pós-Venda, gerando sinergias e eficiências entre os diferentes mercados que permitirão otimizar o número de contactos efetuados pela rede junto dos especialistas nos diferentes mercados.

À margem do balanço de 2016 da marca automóvel, Isabel Aguiar, responsável por este centro de assistência em processos, sistemas e apoio técnico, afirmou que a equipa deve chegar, até ao final do ano, com 30 elementos, seguindo o objetivo de “conseguir todos os recursos em Portugal”.

O país tem ainda um “muito bom nível de formação das pessoas”, além do “fator de competitividade” nos salários, admitiu a responsável da empresa, repetindo a importância do “fator qualidade” nesta escolha.

Numa das ofertas de emprego publicadas no seu site pode-se ler os seguintes requisitos para a posição de Technical Specialist:

  • Bacharelato em Engenharia Mecânica e/ou experiência como técnico na indústria automobilística;
  • Qualificação de Técnico de Diagnóstico smart ou da Mercedes-Benz é desejável;
  • Conhecimentos intermédios ao nível do computador (principalmente, sistemas Microsoft Office);
  • Fluente em inglês como língua corporativa (obrigatório);
  • Língua nativa de pelo menos um dos países: Itália, Portugal, Espanha, França, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Suiça, Aústria, Polónia, Republica Checa, Suécia, Dinamarca, Reuno Unido e Grécia (excelente gramática e escrita na língua nativa);
  • Terceira língua é uma vantagem;
  • Disponibilidade para viajar.

Fonte: Sapo